Cursos

Links

CACP
JÚLIO SEVERO
DISCURSOS DE CADEIRA

Contador

  • visitantes: 81,144
  • Últimas 24 horas: 32

Vídeos

Seis Questões Relacionadas ao Aniquilacionismo

Por Eguinaldo Hélio

O aniquilacionismo é a crença de que o inferno é o lugar onde os não salvos serão aniquilados. Embora pensar em pessoas sendo condenadas ao sofrimento eterno cause aos nossos corações grande dor, não podemos negar o fato de que essa é a descrição que a Bíblia faz do inferno.

Diante disso colocamos seis questões que mostram que a posição aniquilacionista não se harmoniza com a Bíblia.

1) Mateus 25.46 diz que estes irão para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. A) É possível conciliar a ideia de aniquilação com a ideia de “tormento eterno”?; B) O próprio paralelo com a vida eterna não indica durabilidade infinita igual? [Veja também Daniel 12.2]

2) Em Apocalipse 14.10, 11 há uma descrição do inferno falando que fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre e não tem descanso nem de dia e nem de noite. O entendimento evidente nesse texto não é de um sofrimento permanente e eterno?

3) Em Apocalipse 20.10 fala do diabo sendo lançado no inferno e que ali estão a Besta e o falso profeta. Também fala que serão atormentados para todo o sempre. A) O fato da Besta e o falso profeta não terem sido consumidos não indica que não existe destruição? B) Não fica evidente que esse castigo é eterno?

4) As expressões usadas para descrever o inferno são “um fogo que nunca se apaga”; “seu verme não morre”. Mesmo que se possa entender essas descrições como metáforas do sofrimento, porque usar a ideia de continuidade se ao invés de continuidade temos aniquilação?

5) Para muitas pessoas que cometeram inúmeras transgressões, a extinção não é justamente o seu desejo e um escape da consequência de seus atos diante de Deus? Inclusive há ramos do budismo que entendem o nirvana como a extinção.

6) Como pode haver maior rigor para Sodoma e Gomorra do que para Cafarnaum, se o que espera a ambos é apenas a extinção? Não seria o mesmo que dizer que tanto faz ser um Hitler, um Mao Tse-Tung e um Stálin que mataram milhões e ser apenas um cidadão comum que rejeitou a salvação pois o castigo é igual – a aniquilação?

Comments are closed.